• Gika Frozza - Buddie BR

Qual é o melhor tempo de Exercicíos físicos para os Buddies?


O tempo certo de exercícios físicos para os cães


O melhor tipo de atividade física para os Buddies é a caminhada, momento em que podem liberar toda a energia acumulada dentro de casa.

Quanto mais tempo o bichinho for privado de ar livre, mais infeliz ele ficará e causará problemas em casa. A atividade física, além de ser importante para a saúde do seu cãozinho, também é responsável por:


– Manter os cachorros saudáveis física e mentalmente.

– Ajuda a reduzir problemas digestivos.

– Ajuda cães tímidos ou inseguros a criar confiança.

– Ajudam os cães a sentir sono, resolvendo problemas de insônia ou hiperatividade.

– Ajuda a manter o peso dos cachorros sob controle.


A privação desses momentos também pode gerar comportamentos inapropriados, como roer móveis e plantas ou fazer xixi no lugar errado.





Tempo ideal de cada caminhada


É importante saber que nem todos os cachorros precisam do mesmo tempo de exercício. Isso porque, dependendo do porte, da raça e da idade, cada cãozinho tem disposição para gastar mais ou menos energia.

Para a maioria dos cães, apenas um passeio no quarteirão não é o suficiente para liberar toda a energia; é preciso de 45 a 60 minutos duas vezes por dia, com a possibilidade de soltar a coleira e deixar o Buddie correr por um tempo em um cachorródromo, por exemplo.


Mas antes de falar mais sobre Porte, Raça ou Idade aqui vai algumas regras gerais:


– As raças mais ativas precisam de um mínimo de 30 minutos de exercício aeróbio intenso na maioria dos dias da semana.

– Nem todas as raças pequenas fazem exercícios suficientes dentro de casa (ao contrário da crença popular). Os Pugs por exemplo são propensos à obesidade e precisam de muito mais exercício do que geralmente recebem.

– Não é seguro sair em clima extremamente quente ou frio.

– Um exercício completo usa músculos físicos e mentais. Explorar uma nova trilha para caminhadas por exemplo, envolve a mente e corpo do seu cachorro.



Porte


Em geral, cachorros de pequeno porte precisam de exercícios mais curtos, enquanto que Buddies de grande porte possuem mais energia para gastar. As raças pequenas, como Yorkshire, e Bulldog francês precisam passear em lugares espaçosos e correr livremente. No entanto, não necessitam de longas caminhadas e exercícios físicos intensos: dois passeios de 30 minutos com exercício incluídos e outros dois mais tranquilos e curtos são o suficiente. Se o pequeno tiver tendência a problemas respiratórios, como o Pug, é comum que ele fique sem ar nos passeios intensos ou de longa duração.


Raça


A raça também é um fator importante na hora de levar seu pet para caminhar: aquelas que nos primórdios eram utilizadas para caça, como o Pastor Alemão e Labrador, necessitam de muito mais exercício do que um Chow Chow, por exemplo, que era utilizado como cão de guarda. Cachorros nórdicos, como o Husky, por exemplo foram criados para trabalho e corrida, e precisam, além das caminhadas diárias, de exercício em um parque ou uma área verde em que ele possa correr, brincar com a bolinha, ou até mesmo enfrentar desafios que tenham obstáculos. Já os cães de caça, como Beagles ou Galgos, precisam de passeios intensos que permitam explorar o olfato e fortificar a musculatura, intercalados com saídas mais tranquilas.


Idade


A idade do Buddie influencia na necessidade de atividade física. Quando estão em pleno crescimento, os cãezinhos têm muita energia para gastar e o recomendável é que sejam realizados dois passeios por dia, de 20 minutos cada um, para que ele comece pouco a pouco a se habituar ao exercício físico. Não é aconselhável começar com passeios longos, mas sim aumentar o tempo de caminhada pouco a pouco. Já os animais idosos, como não possuem tanta energia e podem sofrer problemas de saúde, devem ter passeios mais curtos e menos rigorosos, podendo ser instigados com exercícios de intuitos fisioterapêuticos.


Antes de começar uma rotina de exercícios


Como está a saúde do seu cachorro?


A Buddie sempre orienta que os tutores verifiquem com o veterinário como seu melhor amigo está antes de iniciar uma rotina de exercícios. Um profissional irá verificar se o seu cão possui quaisquer problemas de saúde que possam ser agravados pela atividade. Se esse for o caso ele também terá condições de sugerir alternativas seguras considerando essas limitações.


Algumas observações sobre raça, tamanho e idade:


– No geral cães não devem ser submetidos a exercícios logo após as refeições.

– Cães pequenos ou de pernas curtas geralmente não precisam andar tanto quando cães maiores.

– Raças com narizes curtos ou planos (raças braquicefálicas) podem ter problemas para respirar quando exercitadas com intensidade.

– Corridas não são recomendadas para cães jovens cujos ossos não tenham terminado de crescer. Como cães maiores são mais propensos a ferimentos do ligamento cruzado, artrite e displasia do quadril, a corrida também pode comprometer suas articulações e ossos.




Precisa de um Dog Walker?


A Buddie conta passeadores qualificados para te dar aquela força quando você estiver sem tempo para as caminhadas do seu melhor amigo. Além disso, nós adaptaremos as necessidades do Buddie ao nosso trajeto, como exercícios de fortalecimento, ou de estímulo olfativo. Além disso você consegue acompanhar todo o trajeto do seu melhor amigo em tempo real, basta ter um dispositivo com acesso a internet.


Agende seu primeiro passeio gratuitamente Clicando Aqui





15 visualizações

Acompanhe nossas Redes Sociais

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Twitter Ícone

Buddie Pet Care & Dog Walking
32.219.179/0001-69

+ 55 11 9 6626-6834

+ 55 11 9 5825-5624
Contato@buddie.com.br
Rua Nespera, 137 -- Pirituba.
São Paulo - SP, Brasil